Nem tudo é o que parece!

"Sunset splash", by Rob Leslie, at White Rock, BC, Canada. (Foto: National Geographic)
“Sunset splash”, by Rob Leslie, at White Rock, BC, Canada. (Foto: National Geographic)

O destino é severo. Sejamos nós indulgentes. O que é preto talvez não seja escuro.”

(Victor Hugo)

Anúncios

One comment on “Nem tudo é o que parece!

  1. Jlio Estou na pgina 47 do livro, EVANGELHO MAltrapilho. o AUTOR INTENSO E APAIXONADO COMO VOC. Se no fr catlico, ainda no descobri, li rapidamente que fez cursos de Teologia numa Universidade Catlica e por conhecer muito, cita muito os cristos msticos, Teresa D’Avila, Agostinho, etc. um evangelista itinerante, mas li, pginas atrs que para pregar, coloca aquelas vestimentas sacerdotais. No perdi tempo buscando sua Biografia, porque suas palavras me elevaram. Olha o que ele diz numa das pginas. Acho que ele catlico. Costumo ler um livro mais de uma vez. Na primeira vez assim, correndo. Deixando para trs informaes que me passaram despercebidas. A curiosidade me impulsiona. Depois, satisfeita, vou lendo com mais calma. Estou apaixonada por ele e queria que v. tb. ficasse. “ Quando comeou a msica recessional que anunciava a minha sada da igreja, fiquei debatendo internamente se meu corpo seria capaz de agentar mais meia hora de despedidas e bnos no hall de entrada. Uma alternativa atraente se ofereceu. Eu podia escapar para a sacristia, livrar-me das minhas vestes ministeriais, agarrar uma bebida gelada, correr para o meu quarto e desabar. O esprito est pronto, mas a carne fraca. No final, acabei orando por um lampejo do Esprito Santo, optei em favor das despedidas no hall, fiz o melhor que pude e s fui cair na cama perto da meia noite. Na manh seguinte, havia sobre a mesa do caf uma nota endereada a mim. “Caro Brennan, estive presente nas suas conferncias de avivamento durante toda esta semana. Voc eloqente, brilhante, potico, sagaz, simptico e… cheio de si. Noite passada, quando voc estava em p no hall da parquia ao fim do culto, onde estava o amor nos seus olhos, dirigido a cada um de ns em meio sua glria? Por que voc no abaixou-se e abraou aquelas criancinhas? Por que voc no beijou as senhoras idosas no rosto? Por que voc no olhou para ns com o cerne do seu ser, profundidade diante de profundidade, amor diante de amor? Homem, voc cego!” A carta estava assinada: “Um espelho”.

    ________________________________

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s